Cronologia da COVID-19

Do início da pandemia ao estado de emergência
Os dois primeiros casos em Portugal foram detetados a 2 de março, no Porto. O primeiro, um homem de 60 anos, havia estado de férias em Itália e o segundo, um homem de 33 anos, proveniente de Valência. A 8 de março, registavam-se já 30 casos confirmados de infeção por SARS-CoV-2, o coronavírus que causa a COVID-19: 23 no Porto e 7 em Lisboa. A 18 de março, é declarado o estado de emergência em todo o país.

O estado de calamidade
A 3 de maio, transitou-se do estado de emergência para o estado de calamidade. Nesta altura, o país contava com 22.550 casos ativos, 1.689 casos recuperados e 1.043 mortes. Nos meses seguintes, o número de casos ativos permaneceu estável.

A segunda vaga
A 14 de outubro, o país entrou novamente em estado de calamidade, após um novo crescimento rápido de casos de COVID-19. Um novo estado de emergência entrou em vigor de 9 de novembro a 7 de janeiro, com levantamento de restrições no Natal e Ano Novo. A 27 de Dezembro, Portugal somava 394.573 casos confirmados, 2.870 internados, 319.746 casos recuperados e 6.619 mortes.

Renovações sucessivas do estado de emergência
A 13 de janeiro de 2021, o estado de emergência foi renovado em resposta ao crescimento continuado no número de casos de COVID-19, contando-se 507.108 casos confirmados, 4.240 internados, 382.544 casos recuperados e 8.236 mortes.

A 13 de março o governo anunciou o início do desconfinamento, com um plano de reabertura gradual dividido em quatro fases, até 3 de Maio. A 30 de Março, registavam-se 821.722 casos confirmados, 558 internados, 778.210 casos recuperados e 16.848 mortes.

Para consultar os números mais recentes, referentes aos casos de contágio, internamentos, recuperações e óbitos, por favor aceda: https://covid19.min-saude.pt/ponto-de-situacao-atual-em-portugal/

Situação atual: vacinação
A 19 de Maio, mais de 1.4 milhões de portugueses já tinham sido totalmente vacinados contra a COVID-19 – o que equivale a 14% da população, e cerca de 3.2 milhões de pessoas já receberam a primeira dose da vacina.

Até 30 de maio, mais de 1.9 milhões de portugueses já tinham sido vacinados contra a COVID-19 – o que equivale a 19% da população, e cerca de 3.7 milhões já receberam a primeira dose da vacina.

Para consultar os nºs atualizados do plano de vacinação à Covid-19, por favor aceder aqui: https://covid19.min-saude.pt/ponto-de-situacao-atual-em-portugal/

Quando irá acabar a pandemia?
O fim epidemiológico de uma pandemia ocorre quando se inicia a imunidade de grupo, ou seja, quando uma população se encontra protegida de um vírus, após doença ou vacinação de 70%.

As previsões dependem do período de acesso e distribuição das vacinas, bem como da adesão da população à mesma e à tomada de outras medidas de prevenção de propagação do vírus (uso de máscara, distanciamento social, entre outros).

Por outro lado, apesar da segurança e eficácia demonstrada pelas vacinas, existem aspetos que requerem investigação, nomeadamente a duração da imunidade entre outros. Estes aspetos não devem comprometer a decisão de tomar a vacina, pois os dados demonstram que os benefícios da vacina superam largamente os riscos e perigos de ficar infetado com o SARS-CoV-2 ou o vírus que causa a COVID-19.

 

REFERÊNCIAS:

https://covid19.min-saude.pt/portugal-entra-em-estado-de-calamidade/
https://www.sns.gov.pt/noticias/2020/11/09/novo-estado-de-emergencia/
https://www.sns.gov.pt/noticias/2020/12/18/estado-de-emergencia-natal-e-ano-novo/
https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2021/06/Relato%CC%81rio-Vacinac%CC%A7a%CC%83o-n.21.pdf
https://www.mckinsey.com/industries/healthcare-systems-and-services/our-insights/when-will-the-covid-19-pandemic-end#
https://news.harvard.edu/gazette/story/2020/12/anthony-fauci-offers-a-timeline-for-ending-covid-19-pandemic/
https://www.bmj.com/content/371/bmj.m4750
https://www.sns.gov.pt/noticias/2021/05/19/vacinacao-contra-a-covid-19-28/
https://covid19.min-saude.pt/relatorio-de-situacao/